3. Procedimento experimental

      3.1. Determinação da acidez

      A determinação da acidez do leite permite avaliar o estado de conservação do produto. Se o leite não for estocado adequadamente após a ordenha, o número de microrganismos presentes será bastante elevado. Como resultado do metabolismo dos microrganismos, teremos um aumento da acidez do produto.

      A acidez do leite pode ser expressa de diferentes maneiras: em solução normal, em porcentagem de ácido lático, em graus Dornic. Nessa atividade, daremos ênfase à acidez em solução normal.

      1. Com o auxílio de uma pipeta, transfira 10 ml de leite para um erlenmeyer de 50 ml;
      2. adicione duas gotas do indicador fenolftaleína;
      3. titule com uma solução de hidróxido de sódio 0,1M padronizado até o desenvolvimento de coloração róseo bem tênue.

                                           Cálculo:

      3.2. Separação e identificação dos componentes do leite

      3.2.1. Separação dos componentes do leite

      1. Colocar, em um béquer de 250 ml, 50 ml de leite e 50 ml de água destilada;
        2. aquecer até 38ºC;
        3. adicionar HCl 2% gota a gota, sob agitação constante, até que seja atingida a coagulação;
        4. deixar em repouso por 10 minutos;
        5. filtrar, obtendo: filtrado (F1) e precipitado (P1);
        6. lave duas vezes o P1 com 5 ml (por vez) de etanol absoluto (CH3CH2OH 100%);
        7. colocar o P1 (lavado com álcool) em um erlenmeyer de 50 ml e adicionar 20 ml de éter;
        8. agite e espere alguns minutos até decantar;
        9. separe sobrenadante (F2) e precipitado (P2).
        10. Quanto ao F1, concentre esse filtrado através de fervura até que seja alcançado um volume de aproximadamente 40 ml, quando será observada a formação de precipitado (isso ocorrerá depois de 20 a 30 minutos de fervura)
        11.filtre o concentrado acima e, novamente, separe: filtrado (F3) e precipitado (P3).

      O esquema abaixo resume as etapas do procedimento descritas até aqui:

3.2. Pesquisa da composição bioquímica do leite

      a) Proteínas

      a.1. Pesquisa de proteínas

      1. Prepare cinco tubos de ensaio (numerados) de acordo com o que segue:

      (1) pequena porção de P2 + 1 ml de solução salina *
      (2) pequena porção de P3 + 1 ml de solução salina
      (3) 1 ml de F2
      (4) 1 ml de F3
      (5) 1 ml de água destilada

      * A salina corresponde a uma solução de NaCl 0,9% em água. É conhecida comercialmente como soro fisiológico.

      2. Submeter todos os tubos ao teste do biureto.

    
 b) Carboidratos

       b.1. Caracterização de carboidratos

      1. Numerar três tubos de ensaio e adicionar:

       (1) 1 ml do F2
       (2) 1 ml de F3
       (3) 1 ml de água destilada

       2. submeta os tubos à reação de Molisch.    

       b.2. Pesquisa de açúcares redutores

       1. Numerar três tubos de ensaio e adicionar: (1) 1 ml do F2; (2) 1 ml de F3; (3) 1 ml de água destilada
        2. submeta os tubos à prova de Benedict

 
 
 
Home
Aspectos teóricos
Atividades Experimentais
Bibliografia
 
Contato